Vereadores voltam a debater o retorno das aulas presenciais nas escolas do município

por Sec. Comunicação publicado 06/05/2021 22h21, última modificação 06/05/2021 22h21

O retorno gradual das aulas presenciais nas escolas da rede municipal de ensino da capital voltou a ser debatido durante a 17ª sessão remota desta quinta-feira, 6 de maio, da Câmara Municipal de Macapá.

O tema foi tratado pelo professor Iaci Ferreira Ramalho, vice-presidente da Executiva Municipal de Macapá do Sindicato dos Servidores Públicos em Educação do Estado do Amapá (Sinsepeap). Ele também destacou as principais reivindicações da categoria e as consequências do retorno às aulas presenciais para as turmas de 5º ano fundamental neste momento da pandemia. O professor usou a tribuna da Casa, a convite da vereadora Janete Capiberibe (PSB).

Na ocasião, vários parlamentares se pronunciaram, mas não houve consenso sobre o assunto. Muitos professores defendem o retorno das aulas presenciais somente após a vacinação da categoria.

Na mesma sessão, os vereadores aprovaram 51 requerimentos e oito indicações, proposituras defendidas pelos vereadores: Cláudio Góes (DEM), Janete Capiberibe (PSB), João Mendonça (PL), Dudu Tavares (PDT), Zeca Abdon (PP), Claudiomar Rosa (Avante), Nelson Souza (PSD), Carlos Murilo (PSL), André Lima (Rede), Adrianna Ramos (PSC), Luany Favacho (Pros), Paulo Nery (Cidadania), Dudu Barbosa (PL), Maraína Martins (Podemos), Marcelo Dias (Solidariedade), Edinoelson Careca (Pros) e Alexandre Azevedo (PP).

A sessão desta quinta-feira foi dirigida pelo presidente da Casa, o vereador Marcelo Dias (Solidariedade), com secretaria do vereador Claudiomar Rosa (Avante), 1º secretário da CMM. Os debates são transmitidos ao vivo pelo facebook e youtube.

Secom/CMM
Fotos: Rosivaldo Nascimento