Vereadores destacam doação do prédio da CMM na volta das sessões presenciais no segundo semestre legislativo

por Sec. Comunicação publicado 03/08/2021 17h19, última modificação 03/08/2021 17h19

A primeira sessão presencial da Câmara Municipal de Macapá, após um longo período de reuniões virtuais por conta da pandemia da COVID-19, foi conduzida pelo presidente da Casa, vereador Marcelo Dias (Solidariedade). A 7ª sessão ordinária do segundo semestre legislativo ocorreu nesta terça-feira, 3 de agosto.

Doação - Durante os debates, a maioria dos parlamentares destacou a doação definitiva por parte do Governo do Estado do prédio da CMM, à Prefeitura de Macapá. A iniciativa vai permitir maior investimento na estrutura física da sede da Câmara de Vereadores. Os parlamentares foram unânimes em reconhecer o empenho do presidente Marcelo Dias pela conquista do prédio.

“Agradeço o apoio incondicional dos demais parlamentares, lembrando que esta conquista é de todos nós. E receber a doação definitiva do prédio da nossa Câmara Municipal de Macapá nos dá autonomia para resolvermos problemas como a falta de acessibilidade para pessoas com deficiência, entre outras melhorias que agora vamos poder fazer. O senador Davi Alcolumbre já se comprometeu em destinar recursos de emenda para serem investidos na reforma do prédio da CMM”, destacou o presidente.

Aprovação - Na ocasião, foram aprovadas oito indicações e 36 requerimentos, de autoria dos vereadores Alexandre Azevedo (PP), Cláudio Góes (DEM), João Mendonça (PL), Marcelo Dias (Solidariedade), Luany Favacho (PROS), Bruno Santos (PSDB), Janete Capiberibe (PSB), Dudu Tavares (PDT), Maraína Martins (Podemos), Paulo Nery (Cidadania), André Lima (Rede), Claudiomar Rosa (Avante) e Edinoelson Careca (PROS).

Usaram a tribuna na sessão os parlamentares Caetano Bentes (Rede), Marcelo Dias (Solidariedade), André Lima (Rede), Claudiomar Rosa (Avante), Dudu Tavares (PDT), Gian do Nae (MDB), Bruno Santos (PSDB) e Nelson Souza (PSD).


Secom/CMM
Fotos: Jaciguara Cruz.