Representante dos trabalhadores de transporte por aplicativo aponta dificuldades da categoria na Câmara de Vereadores

por Sec. Comunicação publicado 02/09/2021 20h59, última modificação 02/09/2021 20h59

A tribuna da Câmara Municipal de Macapá recebeu nesta quinta-feira, 2 de setembro, Charles André Ferreira Gonzales, presidente do Sindicato dos Transportadores por Aplicativo de Macapá. O sindicalista foi ao Parlamento a convite do vereador Paulo Nery (Cidadania).

Tribuna - Durante o uso da tribuna, Charles André Ferreira fez uma breve explanação aos parlamentares a respeito das dificuldades enfrentadas pelos motoristas por aplicativo com o aumento do preço do combustível e, segundo ele, causado pela alta taxa do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) cobrada pelo governo estadual. “Tivemos nossas despesas oneradas com o aumento abusivo do preço do combustível”, destaca o sindicalista.

Apoio - Charles André Ferreira pediu apoio da Câmara de Vereadores para abrir um diálogo com o Governo do Amapá acerca da proposta de redução da taxa do ICMS. “Temos um custo muito elevado com combustível, peças, troca de óleo, pneus, entre outros acessórios necessários para a manutenção do nosso serviço”, completa o motorista.

O vereador Paulo Nery ressalta que hoje são cerca de 5 mil motoristas de transporte por aplicativos atuando na capital. “São pais e mães de família que, ao invés de lucros, estão tendo prejuízos com o serviço. A prova disso é que muitos motoristas por aplicativos já desistiram da atividade por não suportarem a carga de tributos e de despesas geradas para exercer o serviço”, reforça Paulo Nery.

Ascom/Paulo Nery
Foto: Jaciguara Cruz