Dudu Tavares busca a inclusão do Código Internacional de Doenças no documento de identidade civil, militar ou profissional

por Sec. Comunicação publicado 07/06/2022 14h12, última modificação 07/06/2022 14h12

O vereador de Macapá, Dudu Tavares (PDT), indicou ao senador Davi Alcolumbre (União Brasil) e a deputada federal Aline Gurgel (Republicanos) que apresentem proposituras para garantir que as pessoas com deficiência tenham incluídos em seus documentos de identidade civil, militar ou profissional o Código Internacional de Doenças (CID) correspondente à sua condição.

Dudu Tavares ressaltou que a inclusão do CID no documento reconhecido nacionalmente é uma forma de facilitar a comprovação da deficiência, precaver constrangimentos e facilitar o acesso dessas pessoas às políticas públicas e direitos.

“Para pessoas com deficiência ocultas, principalmente, esse é um instrumento de cidadania essencial. Como o autismo, por exemplo, que não tem ‘cara’, nem características físicas aparentes”, argumentou o parlamentar.

As indicações de número 105 e 106 foram apreciadas em plenário, na Câmara Municipal de Macapá (CMM) e serão encaminhadas aos gabinetes de Aline Gurgel e Davi, respectivamente.

“Seguirei acompanhando a tramitação das proposituras e dialogando com os representantes da nossa Bancada Federal. Garantir direitos é compromisso do nosso Mandato do Povo”, reforçou o vereador Dudu Tavares.

Texto: Eloisy Santos
Foto: Ph Gomes