Comunidades pedem desmembramento para formar novo distrito de Macapá

por Sec. Comunicação publicado 13/09/2022 00h05, última modificação 13/09/2022 00h05

O presidente da Associação da Comunidade de Campina Grande, Edson do Carmo Costa, usou a Tribuna da Câmara Municipal de Macapá para reivindicar apoio dos vereadores, no sentido de desmembrar algumas localidades, hoje pertencentes ao Distrito do Maruanum, para formar um novo distrito da capital. O apelo foi feito durante a 36° Sessão Ordinária, realizada nesta terça-feira, 6 de setembro.

Edson do Carmo foi até à CMM a convite do vereador Ednoelson Careca (PROS). Atualmente, a comunidade de Campina Grande, localizada no quilômetro 21 da BR-156, pertence ao Distrito do Maruanum.

Ele justificou que o desmembramento se deve ao fato da distância entre as comunidades e a presença de poucos agentes distritais, além da dificuldade de implementação de políticas públicas que beneficiem as famílias residentes nessas localidades.

O novo distrito, que já está sendo chamado de Distrito da Região do Matapi, seria formado por mais 15 outras comunidades, além de Campina Grande. Entre elas estão: Tessalônica, Ariri, São Francisco, Santa Luzia do Pescado e Ilha Redonda.

Essas comunidades vivem basicamente da agricultura de subsistência, produzindo juntas, a tradicional farinha de mandioca, milho e macaxeira. “Temos as áreas para plantio, mas necessitamos das máquinas para ampliar nossa produção. Na maioria das vezes, o município acaba atendendo apenas uma pequena parte do Maruanum”, justificou Edson do Carmo.


Outras dificuldades apontadas pelo líder comunitário são os transtornos para atendimento básico de saúde. “O posto médico fica no Maruanum, porém para que algumas comunidades tenham acesso ao serviço precisamos nos deslocar mais de 30 km até a sede; por isso muitos preferem vir diretamente para capital, onde a distância é menor”, acrescentou.

Para o processo de desmembramento, inicialmente foi realizada uma primeira audiência pública que ouviu as famílias das comunidades envolvidas sobre a necessidade do novo distrito. “Essa Região está ligada ao Maruanum, composto por 34 comunidades. As que vão do Torrão do Matapi ao Flexal, são comunidades que, pela distância, tornam-se um desafio para as ações públicas”, explicou o vereador Ednoelson Careca.

Secom/CMM
Fotos: Jaciguara Cruz/Rosivaldo Nascimento