CMM aprova PL de Alexandre Azevedo que cria o “Setembro Dourado”, mês da prevenção ao câncer infanto-juvenil

por Sec. Comunicação publicado 25/11/2021 19h55, última modificação 25/11/2021 19h55

A Câmara Municipal de Macapá aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei nº 137/21-CMM, do vereador Alexandre Azevedo (Progressista), que institui o “Setembro Dourado”, a ser referenciado, anualmente, no mês de setembro, como forma de prevenção ao câncer infanto-juvenil. A votação da matéria aconteceu na 36ª Sessão Ordinária, realizada nesta quinta-feira, 26 de novembro.

Pelo PL, o ‘Setembro Dourado” passa a fazer parte do Calendário Oficial de Eventos do Município de Macapá. O símbolo da campanha será um laço na cor dourada.

O mês todo será destinado a campanha para diagnóstico precoce e a prevenção do câncer infanto-juvenil. O Poder Executivo Municipal, por meio das Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Assistência Social e Mobilização e Participação Popular, fará a divulgação e a conscientização da população sobre os sintomas e diagnóstico precoce do câncer, que por sua vez, elevará as chances de cura.

Além disso, o município deverá incentivar à instalação de iluminação na cor dourada na parte externa dos prédios públicos e alertar a comunidade em geral sobre a importância do diagnóstico precoce através de ações nas escolas, com animação lúdica (teatro de fantoches), palestras aos pais e professores, além de massificar a informação através dos veículos de comunicação, rádio, TV, portais de notícias, blogs, sites, redes sociais e outdoors.

Alexandre Azevedo argumenta o câncer constitui a primeira causa de morte por doença entre 1 a 19 anos de idade. Segundo ele, os três tipos de câncer mais comuns entre crianças e jovens são as leucemias, tumores no sistema nervoso central (SNC) e os linfomas, por ordem de frequência.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), são estimados, aproximadamente, 12.500 novos casos de câncer por ano em menores de 19 anos. Os principais sintomas que os pais ou responsáveis devem ficar alertas são: perda de peso contínua e inexplicável; dores de cabeça com vômito pela manhã; aumento do inchaço ou dor persistente nos ossos ou articulações; protuberância ou massa no abdômen, pescoço ou qualquer outro local; desenvolvimento de uma aparência esbranquiçada na pupila do olho ou mudanças repentinas na visão; febres recorrentes não causadas por infecções; hematomas excessivos ou sangramento, geralmente repentinos; e palidez perceptível ou cansaço prolongado.

“O setembro dourado foi criado para alertar profissionais da saúde, pais, educadores e a sociedade em geral sobre a importância de se atentar aos sinais e sintomas sugestivos do câncer infanto-juvenil, contribuindo com a sua detecção e tratamento precoces. O dourado representa que esses pacientes “valem ouro”, destacou o vereador.

Ascom/Alexandre Azevedo
Foto: Jaciguara Cruz