Claudiomar Rosa: Câmara de Vereadores aprova PL que institui o Dia Municipal em Memória às Vítimas da Covid-19

por Sec. Comunicação publicado 31/08/2021 19h05, última modificação 31/08/2021 19h05

A Câmara Municipal de Macapá aprovou, por unanimidade, nesta terça-feira (31), durante a 15ª Reunião Ordinária em ambiente presencial, o Projeto de Lei que institui o “Dia Municipal em Memória às Vítimas da COVID-19”.

O Projeto de Lei 103/2021, de autoria do vereador Claudiomar Rosa (AVANTE), institui o dia 23 de março, como um dia de homenagem às famílias e vítimas que perderam a vida em decorrência do Coronavírus.

De acordo com o PL, todo 23 de março, em memória às vítimas da COVID-19, poderão ser realizadas reuniões solenes ou não, encontros, campanhas, solenidades, homenagens, entre outras atividades semelhantes, congêneres ou similares.

Para o vereador, que preside a Comissão de Combate ao Coronavírus da CMM, “a pandemia da Covid-19, vem produzindo negativamente impactos sociais, econômicos, políticos, culturais e históricos sem precedentes na história recente de epidemias, por isso, precisamos lembrar e homenagear todos aqueles e aquelas que perderam a batalha para o vírus”.

No Brasil, a doença que já causou mais de 500 mil vítimas fatais e, em Macapá, até a presente data, o município registrou mais de 1.700 mortes causadas pela Covid-19, mortes estas confirmadas e devidamente registradas.

Foi em 23 de março de 2020, que Macapá chegou ao primeiro pico da pandemia, fazendo com que a Prefeitura de Macapá, na gestão do então prefeito Clécio Luís, emitisse o decreto municipal nº 1.711 estabelecendo estado de calamidade pública decorrente da pandemia da Covid-19. Esta data, 23 de março, passou a ser um marco para medidas extremas e de restrições significativas para o combate à COVID-19

“É um dia importante! Quanto mais o tempo passa, mais sentimos falta de amigos, parentes, pessoas que amamos e que nos deixaram para sempre, vítimas da COVID-19. E esta data servirá de reflexão e alerta para a população e também para o poder público”, finalizou o vereador Claudiomar Rosa.

Ascom/Claudiomar Rosa
Foto: Jacigura Cruz