Câmara Municipal de Macapá instala a Procuradoria Especial da Mulher

por Sec. Comunicação publicado 30/08/2021 18h27, última modificação 30/08/2021 18h27

Para fechar com sucesso o Agosto Lilás – Mês da Conscientização Pelo Fim da Violência Doméstica -, A Câmara Municipal de Macapá instalou na manhã desta segunda-feira, 30, a Procuradoria Especial da Mulher. A solenidade aconteceu no prédio anexo da CMM, na Avenida FAB, onde já está funcionando mais esse importante instrumento de defesa dos direitos das mulheres macapaenses.

O evento contou a presença do presidente da Câmara Municipal de Macapá, vereador Marcelo Dias (Solidariedade), das vereadoras Adrianna Ramos (PSC), Luany Favalho (PROS) e Maraína Martins (Podemos), além do deputado estadual Paulinho Ramos (PR), representando o presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, deputado Kaká Barbosa (PL). O ex-deputado estadual Paulo José, também esteve presente.

A implantação da entidade foi articulada pelas vereadoras da CMM, com apoio da Presidência da Casa e da Frente Parlamentar pela Prevenção da Violência Contra a Mulher e Redução do Feminicídio no Amapá. O Poder Legislativo Municipal de Macapá é o primeiro do Estado do Amapá a criar a entidade.

A Procuradoria Especial da Mulher da CMM tem como procuradora titular a vereadora Adrianna Ramos. As vereadoras Luany Favacho e Maraína Martins serão as procuradoras adjuntas. A vereadora Janete Capiberibe (PSB) também vai contribuir no trabalho da Procuradoria, com a longa experiência política de luta em defesa das mulheres.

A Procuradoria tem o papel de fiscalizar as políticas públicas, dar assistência às vítimas e acompanhar os casos de violência contra a mulher no Amapá. Não Se Cale Disque 180.

A vereadora Adrianna Ramos, procuradora titular, disse que as mulheres vítimas de violência ou discriminação podem procurar a entidade que será dado o encaminhamento necessário a instituição responsável em receber a denúncia ou prestar o atendimento na área da saúde, se for o caso. “Através da Procuradoria Especial da Mulher da CMM, queremos ter uma participação mais efetiva das mulheres em todas as instâncias de poder e nas ações e programas voltados para a promoção dos direitos das mulheres”, observou.

O presidente Marcelo Dias declarou que a Câmara de Vereadores dá um passo importante ao criar a entidade que vem somar forças e fazer frente a violência contra a mulher. “Temos quatro vereadoras que são muito atuantes. Tenho certeza que essa Procuradoria vai avança bastante com o trabalho em defesa dos direitos das mulheres e colocar a Câmara Municipal de Macapá em destaque nas ações voltadas para contribuir com melhoria da qualidade de vida das mulheres macapaenses”, garantiu.

Secom/CMM

Fotos:Jaciguara Cruz